meu pé de roseira, o bálsamo da minha solidão, meu coração à flor do peito, embriagada no ardor da Poesia, vou-me revelando e cumprindo a minha missão de ser Poeta. TODOS OS POEMAS REGISTADOS NO I.G.A.C.

05
Out 13

usa o meu corpo

aumenta meio anseio

procura em delírio meu seio

faz dele uma festa

usa a tua mão desonesta

fá-lo delirar

não importa o pecado

 

fantasia,

deixa as roupas em desalinho

esquece a noite, esquece o dia

difama, desacredita minha seriedade

e num delírio escaldante

deixa-me ainda com saudade.

 

româ

 

contador de visitas
publicado por natalia às 15:45

perdi as lágrimas

na água solta do rio

que corre para qualquer parte.

no ar,

    vazio

        meu pensamento

viaja e esquece,

até de amar-te!

 

onde posso chorar?

meu coração é um oceano a sangrar

de ti sedento.

 

passo na dor unguento

 

romã

 

 

contador de visitas
publicado por natalia às 00:01

Outubro 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9


26



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO