meu pé de roseira, o bálsamo da minha solidão, meu coração à flor do peito, embriagada no ardor da Poesia, vou-me revelando e cumprindo a minha missão de ser Poeta. TODOS OS POEMAS REGISTADOS NO I.G.A.C.

12
Nov 13

põe-me a mão na cintura

põe meu corpo demente

traz contigo a loucura

esquece o poente

encontra o perdido

verás que faz sentido

vem que te desejo

que amanhã é tarde

não vaciles nem duvides

que é esta a verdade

 

vem e traz-me o beijo

que é fantasia

da juventude ardente,

vem e põe meu corpo

demente.

ainda sou menina

estrela pensativa

aurora repentina

sou lembrança viva

 

esquece o poente...

 

romã

 

 

todos os poemas registados no I.G.A.C.

publicado por natalia às 19:10

Muito bom ...
Quem me dera fluir assim em palavras
Jorge a 13 de Novembro de 2013 às 14:43

as palavras são dores benfazejas...
grata pela leitura...
natalia a 13 de Novembro de 2013 às 15:11

Novembro 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10

17
22

26
27
28
29
30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO