meu pé de roseira, o bálsamo da minha solidão, meu coração à flor do peito, embriagada no ardor da Poesia, vou-me revelando e cumprindo a minha missão de ser Poeta. TODOS OS POEMAS REGISTADOS NO I.G.A.C.

11
Out 18

havia flores no meu olhar

que o tempo amareleceu

ingénuas, em delírio

sempre a sonhar

na boca, cantigas tristes

que as estrelas escutavam

hoje nem os olhos, nem nem o luar

nem o sol que despontava

nem os sonhos que ao coração chegavam

nada, nada tenho pra me alegrar.

 

natalianuno

 

 

contador de visitas
publicado por natalia às 14:44

meus ouvidos são inúteis

já nem ouvem o correr da fonte

mas, meus olhos ainda olham

o sol a esconder-se no horizonte

o tempo despedaçou-me o rosto

sem dó nem piedade

sinto a melancolia p'la tarde ao sol-posto

e a emoção em mim se agita

desperta então a saudade

e desgovernada em meu peito gravita.

 

natália nuno

contador de visitas
publicado por natalia às 14:33

08
Out 18

22813955_960022824152641_5611264833423611194_n.jpg

 

morre o sol na minha face

acabou-lhe com o sorriso em botão

emsonbrecem os verdes do olhar

quando à noite na escuridão

nem teu abraço para m' enlaçar

este anseio que cresce e se apodera

de mim, é como febre que queima

e que a todo o momento teima

sussurar-me como uma prece

... o teu corpo ainda tem asas!

e logo a saudade aparece

e se cruza no  meu peito,

tudo volta a ser meu por direito

o sol nasce a meio da noite

deixo o sonho na almofada

e quero por ti ser amada...

 

mas a vida sem sonhar... deu em nada!

 

natalianuno

 

 

contador de visitas
publicado por natalia às 17:35

24
Set 18

589ae0a6d908e6af37aa067d0aa9a1aa.jpg

 

meus braços de tanto abraço

já acusam o cansaço

já só querem estar caídos,

os pensamentos perdidos

num imenso vai e vem

moram no sopro do vento

que os acolhe e entretém

desenho na palma da mão

como se fosse uma hera

o meu e o teu coração,

do fogo do amor fiquei à espera,

mas o vazio era evidente

nem tu nem eu,

adolescente...

era apenas ilusão, espalhada 

p'la minha mão...

 

natalianuno

 

 

 

 

 

contador de visitas
publicado por natalia às 16:48

16
Set 18

 5a90f26755d69d31f47ce49cdd3ac5cc.jpg

 

acompanhada e só

cada vez mais me confundo

será que desatou o nó

e o amor está moribundo?

dos caminhos que a alma pisa

vem-me este enganoso pensamento

olvidar-te meu coração precisa

para acabar este tormento

as sombras do dia vão alto

já se foi mais uma jornada,

trago o coração em sobressalto

serei eu pouco, ou serei nada?

 

são sempre as trevas que rendem

se os sonhos não se acendem

 

natalia nuno

 

 

contador de visitas
publicado por natalia às 16:05

13
Set 18

 

5e9e0804c9ac3f85b9f322a4ef15c48b.jpg

 

a terra vai despertando,

o azul puro do mar a endeuza e a ilumina...

o mar e o céu dormem ainda levemente entrelaçados,

num sonolento esvoaçar algumas gaivotas,

tudo enfeitiça o nosso olhar,

e eu como hóspede deste ambiente usufruo,

já que Deus criou para mim este instante...

traços leves de pequenos peixes parecendo felizes

fulgurando prateados,

enchem-se os dias de outono

ao longe um reflexo turquesa no limite do horizonte,

deixo suspiros ao abandono

deslumbrada nesta resplandecente estação,

esta é magia que me harmoniza com a terra, o mar e o céu..

e põe em paz meu coração.

 

natalia nuno

contador de visitas
publicado por natalia às 18:45

06
Set 18

 

54a264b077ecfdc7682276462636386d.jpg

 

escorrega uma lágrima quente

no rosto frio e sombrio

tomba no chão,

fica o rosto com uma enjoada alegria

e o coração bem no meio da escuridão

perco o rumo, atravesso a loucura

perdida, desolada numa solidão obscura.

saudade avassaladora que entrou

no vazio de mim, e desassossegou

o sono, como tempestade me toca

e logo me deixa ao abandono...

 

natalia nuno

contador de visitas
publicado por natalia às 18:20

05
Set 18

 

69eb0a71aef176859e8cd7e2c58eba84--roses-roses-pink

 

num sonho só meu

balanço na crista duma emoção

subo até às estrelas,

e ao cimo dos degraus da estrada

desfraldo o coração,

como se fosse bandeira

e canto como um pássaro à beira

d'água,

volto a abracar-te, sem mágoa ...

seguro-te nas mãos, 

- olha a tremura dos dedos

segredos, d' alma desordenada

turbulências na minha voz calada

isto é amor!

 

 

natalianuno

contador de visitas
publicado por natalia às 15:45

14
Abr 18

#WWPQ (1).jpg

 

atravesso lugares, becos e pontes

tropeço ingénuamente

sigo por atalhos, procurando

horizontes, levando no coração

o amor docemente

mesmo no meu abrigo vou sonhando

com o mundo perfeito

e algures no sonho acabo afogando

as esperanças, é este o meu jeito.

 

lanço um olhar e tudo parece

renascer, tudo se anima e reaviva

a paz não pode morrer!

em mim albergo a felicidade viva

 

quero viver em seara madura

de paz e amor, porque assim tem de ser

é esta a sede do m'coração

onde a ternura se faz plantação

eu me dessento e encontro prazer.

 

natalia nuno

contador de visitas
publicado por natalia às 13:32

07
Dez 17

 

971916_204529273032874_591236118_n.jpg

 

 

bem vindo o sol que nos traz esperança

bem vinda a manhã a nascer

bem vindo o sonho

e os afectos que serão rios de prazer

para longe o desamor

para longe a desolação

bem vinda a vida erguida ao amor

e bata no peito o coração

 

bem vindo o fervor da terra crescente

bem vindo das árvores o aroma frondoso

bem vinda primavera que chegas fervorosamente

com o sol luminoso

com amendoeiras brancas e nostalgia

surgindo na memória lembranças de alegria

 

natalianuno

 

 

contador de visitas
publicado por natalia às 16:56

Outubro 2018
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO