meu pé de roseira, o bálsamo da minha solidão, meu coração à flor do peito, embriagada no ardor da Poesia, vou-me revelando e cumprindo a minha missão de ser Poeta. TODOS OS POEMAS REGISTADOS NO I.G.A.C.

16
Nov 14

14 - 1 (2).jpg

 

vem para mim sem hora

de regresso

clamo aos céus por este

momento

nada mais peço

que ir mais além

nos sonhos

neste silêncio onde só tu

podes entrar

sem caminho de regresso

vem para mim

recordar outras primaveras

restaurar o tempo perdido

num presente sem fim.

ao meu amor rendido.

 

romã

natalia nuno

 

 

contador de visitas
publicado por natalia às 21:23

Novembro 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
15

19
21

23
24
25
26
29



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
favoritos

o afastamento...

blogs SAPO