meu pé de roseira, o bálsamo da minha solidão, meu coração à flor do peito, embriagada no ardor da Poesia, vou-me revelando e cumprindo a minha missão de ser Poeta. TODOS OS POEMAS REGISTADOS NO I.G.A.C.

19
Jun 15

agonizo-sin-tu-amor.jpg

 

 há silêncio no meu peito

a noite vai madura

e há luar que

o meu rosto emoldura

trago a esperança a madrugar

na esperança de ver-te chegar

a saudade cresce de mansinho

pressinto-te a  cada hora

a estreitar-me nos teus braços

pela noite fora...com carinho

então sou flor aberta

aroma que a ti se oferta.

quando o luar se esconder

vou-te dizer

- és tudo o que a vida tem

pra me oferecer!

 

natalia nuno

 

contador de visitas
publicado por natalia às 16:49

Junho 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12

14
15
16
17
18
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


mais sobre mim
pesquisar
 
favoritos

o afastamento...

blogs SAPO