meu pé de roseira, o bálsamo da minha solidão, meu coração à flor do peito, embriagada no ardor da Poesia, vou-me revelando e cumprindo a minha missão de ser Poeta. TODOS OS POEMAS REGISTADOS NO I.G.A.C.

29
Mar 15

2015 - 1.jpg

 

um tímido vôo,

 porque as asas já são estorvo,

a PRIMAVERA da vida

deixou de ter amendoeiras em flor,

agora tem apenas nostalgia,

ergo os olhos ao céu e agradeço

por ela ainda em certos dias me visitar...

horizontes que despertam da obscuridade,

fecho minhas pálpebras

cativa em mim  a felicidade

cedo ao desejo de sonhar...

ser falcão atravessando o céu,

e deixar

a solitária flor de sempre ao agora...

 

 natalia nuno

romã

imagem net

 

contador de visitas
publicado por natalia às 20:12

Março 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
11
13
14

15
17
19
20
21

23
27

31


mais sobre mim
pesquisar
 
favoritos

o afastamento...

blogs SAPO