meu pé de roseira, o bálsamo da minha solidão, meu coração à flor do peito, embriagada no ardor da Poesia, vou-me revelando e cumprindo a minha missão de ser Poeta. TODOS OS POEMAS REGISTADOS NO I.G.A.C.

28
Jul 15

Anna Razumovskaya 02.jpg

 

o punho da vida me esmaga

forte, cheio de energia

eu grito à saudade me traga

o sonho

libertando-me desta agonia

enquanto tudo dorme

nas sombras da noite tomo alento

liberto meu pensamento

uma estrela resplandece nos meus

olhos queimados

e os sonhos surgem em cachos dourados

vejo agora o mundo melhor

sou uma mulher palpitante d'amor

com os sais do tempo no rosto,

riachos de água enfurecida 

que atravessam estações

criam em mim ilusões

que já não procuro

mas elas me dão um pouco

de esperança e alento

no futuro...

 

natalia nuno

 

 

contador de visitas
publicado por natalia às 01:05

Julho 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
11

12
13
14
16
18

19
20
21
22
23
24

26
27
29
31


mais sobre mim
pesquisar
 
favoritos

o afastamento...

blogs SAPO