meu pé de roseira, o bálsamo da minha solidão, meu coração à flor do peito, embriagada no ardor da Poesia, vou-me revelando e cumprindo a minha missão de ser Poeta. TODOS OS POEMAS REGISTADOS NO I.G.A.C.

27
Fev 15

 

15 - 1 (6).jpg

 

semeio palavras na aragem do vento

palavras com aroma de infância

paseiam-se pelo firmamento,

crescem  na claridade do meu olhar

na saudade ao lembrar

sussuram por entre os lírios do campo

palavras onde me encontro brincando

e nelas meu coração pulsando...

 

minha alma segue nesta melancolia

a vida fugidia e

cada paisagem me lembra um rosto

amigo, cantam as papoilas, o rio

e os melros seu assobio

palavras rasgam o arvoredo

e seguem do meu coração sem medo

 

natalia nuno

 

 

 

 

 

 

contador de visitas
publicado por natalia às 15:51

Fevereiro 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
12
13
14

15
16
18
19
20

22
24
25
28


mais sobre mim
pesquisar
 
favoritos

o afastamento...

blogs SAPO