meu pé de roseira, o bálsamo da minha solidão, meu coração à flor do peito, embriagada no ardor da Poesia, vou-me revelando e cumprindo a minha missão de ser Poeta. TODOS OS POEMAS REGISTADOS NO I.G.A.C.

04
Jan 15

17857341_0DykG.jpeg

 

trago este condão de vida

que é luz que me ateia

se ando um pouco perdida

só teu amor me incendeia,

memórias e afeições

que em versos lavro

há nelas indagações

do que poderia ser diferente

mas nada altero...

no universo da minha mente

é teu amor que ainda quero.

 

natalia nuno

româ

 

contador de visitas
publicado por natalia às 22:50

Janeiro 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
24

25
26
27
29
31


mais sobre mim
pesquisar
 
favoritos

o afastamento...

blogs SAPO