meu pé de roseira, o bálsamo da minha solidão, meu coração à flor do peito, embriagada no ardor da Poesia, vou-me revelando e cumprindo a minha missão de ser Poeta. TODOS OS POEMAS REGISTADOS NO I.G.A.C.

01
Jan 17

15590094_1383122738372637_7478436489990042584_n.jp

 

 recolho a flor da melancolia

e a noite conspira contra mim

falaram-me as estrelas sem piedade

que é a saudade que pulsa no meu dia

das memórias que o vento me traz

surjo menina na candura da distância

volto atrás e lá encontro a criança

que fui, ávida de vida, riso saindo da boca

e o eco insistente na minha memória louca

 

vi obscurecer os anos de repente

fiquei como o vôo indeciso duma folha

que cai ao chão.................... e uma primeira

lágrima de resignação surgiu.

 

natalianuno

 

 

contador de visitas
publicado por natalia às 18:45

Janeiro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
favoritos

o afastamento...

blogs SAPO