meu pé de roseira, o bálsamo da minha solidão, meu coração à flor do peito, embriagada no ardor da Poesia, vou-me revelando e cumprindo a minha missão de ser Poeta. TODOS OS POEMAS REGISTADOS NO I.G.A.C.

11
Jan 15

10906480_845825548810802_4622271398591868380_n.jpg

 

deixa que eu te diga

que és meu sonho, és

minha vida,

és o sol que me aquece

contigo as horas ardem como fogo

e logo,

esqueço tudo ao redor

tudo o que me entristece,

então amor...

 

tu és a foz do meu desejo

a cada abraço a cada beijo

abre-se a porta do coração

e em breves segundos

esquecemos a solidão

pernoitas em mim

acolho-te até madrugada

fazes do meu corpo tua morada,

e é sempre o tempo pouco

para este querer tão louco.

 

natalia nuno

româ

 

 

 

contador de visitas
publicado por natalia às 16:10

Janeiro 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
24

25
26
27
29
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
favoritos

o afastamento...

blogs SAPO