meu pé de roseira, o bálsamo da minha solidão, meu coração à flor do peito, embriagada no ardor da Poesia, vou-me revelando e cumprindo a minha missão de ser Poeta. TODOS OS POEMAS REGISTADOS NO I.G.A.C.

02
Jul 14

00.jpg

 

a bagagem que eu levo

não é leve nem pesada

são algumas recordações

outras tantas ilusões

numa mala cheia de nada

deito-me ao caminho

bate-me o vento no rosto

levo sonhos, saudade

risos abafados

rezas aprendidas,

algum desgosto

e alguma idade 

sigo p'la calada

com os olhos sedentos

curvada,

sobre os pensamentos

 

corro p'la campina

onde o luar se deita

sinto-me menina

com o destino à espreita

 

romã

 

 

contador de visitas
publicado por natalia às 12:28

Gostei mt...as rimas contando a vida com mt encanto...parabens
dora veiga a 3 de Julho de 2014 às 13:23

agradeço a visita, e as palavras de apreço, bem haja Dora

beijinho, bom fim de semana.
natalia a 4 de Julho de 2014 às 22:13

Gostei mt...as rimas contando a vida com mt encanto...parabens
dora veiga a 3 de Julho de 2014 às 13:23

Gostei mt...as rimas contando a vida com mt encanto...parabens
dora veiga a 3 de Julho de 2014 às 13:24

Nas minhas mudanças de andarilho tinha uma mala parecida com essa.
Gostei.
Cumprimentos.
pimentaeouro a 4 de Julho de 2014 às 20:27

Grata pela visita, deduzi que gostou do sentimento com que escrevi, sempre a saudade a dar sinal de si.

Bom d«fim de semana meu abraço de amizade.
natalia a 4 de Julho de 2014 às 22:14

Julho 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
11
12

13
14
15
16
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
favoritos

o afastamento...

blogs SAPO