meu pé de roseira, o bálsamo da minha solidão, meu coração à flor do peito, embriagada no ardor da Poesia, vou-me revelando e cumprindo a minha missão de ser Poeta. TODOS OS POEMAS REGISTADOS NO I.G.A.C.

20
Dez 13

não demores

vem ver nascer os lírios

não pode haver tempo perdido

vem olhar o alecrim

a rosa brava,

está amarela a giesta

tudo faz sentido

até nosso amor está em festa.

não demores

para não me sentir só

vem sem demora

já está raiando a aurora.

 

o sol ilumina as frontarias

sabe tudo sobre nós

do pranto em que nascemos

da viagem dos nossos dias

das cicatrizes da viagem

anda não demores

antes que esqueça tua imagem

 

quero suportar a travessia

quero ter-te por companhia.

 

 

romã

 

contador de visitas
publicado por natalia às 23:17

Dezembro 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
14

18
21

22
24
25
26
27

29
30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
favoritos

o afastamento...

blogs SAPO