meu pé de roseira, o bálsamo da minha solidão, meu coração à flor do peito, embriagada no ardor da Poesia, vou-me revelando e cumprindo a minha missão de ser Poeta. TODOS OS POEMAS REGISTADOS NO I.G.A.C.

19
Dez 13

antes que a canseira me destrua

e seja videira que não dá uvas

deixa-me sonhar uma vez mais

deixa-me embriagar

na melancolia desta estação

neste chão onde cairão as chuvas

deixa-me amor

deixa-me ser flor

pousada na tua mão

antes do esquecimento,

da memória apagada

antes que o brilho dos olhos

se esfume

e a voz não seja mais usada

o amor vivido se torne indiferente

deixa-me embriagar

neste amor da gente

nesta força que é milagre

e ainda me resta...

 

deixa-me no aroma dos laranjais

deixa-me sonhar uma vez mais

 

romã

contador de visitas
publicado por natalia às 23:58

Deixa-me aplaudir! De pé!
Muito belo! Cativante!
Beijo.
Feliz Natal para ti e para os teus!
Paulo César a 20 de Dezembro de 2013 às 07:40

Resta-nos sempre um pedaço de sonho p'la vida fora, e enquanto o tempo passa regresso ao tempo que a memória ainda vai consentindo.
Feliz com teu apreço, desejo também tudo bom para ti e para os teus, boas festas e Bom ano novo.
beijinho
natalia a 20 de Dezembro de 2013 às 18:19

Dezembro 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
14

18
21

22
24
25
26
27

29
30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
favoritos

o afastamento...

blogs SAPO