meu pé de roseira, o bálsamo da minha solidão, meu coração à flor do peito, embriagada no ardor da Poesia, vou-me revelando e cumprindo a minha missão de ser Poeta. TODOS OS POEMAS REGISTADOS NO I.G.A.C.

15
Out 13

nosso amanhã é um mistério

para quê o anseio?

deixa o destino correr

como pássaro no ar

deixa o olhar

voltar a ver

um dia claro feito ternura

o esplendor sereno do pôr do sol

o milagre de mais um dia

olhar a terra que tudo cria

haverá um novo abril

se abrirão nos campos

flores mil

estaremos um do outro

sempre por perto

num idílio certo.

 

romã

contador de visitas
publicado por natalia às 00:07

Outubro 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9


26



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
favoritos

o afastamento...

blogs SAPO